HSLG11: HSI Logística, vale a pena?

HSLG11 HSI Logística
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

O HSI Logística é um dos fundos imobiliários mais novos do segmento galpões logístico da bolsa, portanto muitos investidores ainda não o têm estudado. Contudo, será que vale a pena estudar o HSLG11?

Sem dúvidas, o HSI Logística é um dos fundos logísticos que merecem uma atenção.

Pois, mesmo sendo um fundo novo, é o quarto maior Fundo Logístico em valor patrimonial.

Desse modo, no artigo de hoje, iremos falar sobre os seguintes tópicos:

  • O que é HSLG11?
  • Ativos imobiliários do HSLG11?
  • Quanto o HSLG11 paga de dividendos?
  • Cotação do HSLG11?
  • HSI Logística vale a pena estudar?

Contudo, vale ressaltar que o artigo de hoje não se trata de indicação de compra ou venda de ativos.

Desse modo, o artigo foi redigido somente para fins educativos e expressa a minha opinião como investidor sobre se vale a pena estudar o HSLG11 – HSI Logística.

Ainda não sabe o que são os fundos imobiliários e quais são os seus risco? Você pode gostar desse artigo: acessando aqui.

O que é HSLG11?

Antes de tudo, é importante entender os detalhes do HSI Logística.

O fundo teve seu início de negociação na bolsa (IPO) no ano de 2020.

O HSLG11 é um fundo imobiliário de tijolo do segmento de logística, já a classificação ANBIMA é FII de Renda Gestão Ativa, que tem a gestão da HSI – Hemisfério Sul Investimentos e administração da BRL Trust.

A política de investimento do fundo é a obtenção de renda e ganho de capital, mediante investimento em imóveis ou direitos reais sobre imóveis prontos do segmento Logístico, através de aquisição para posterior locação, arrendamento, exploração do direito de superfície ou alienação, inclusive de bens e direitos a eles relacionados.

Atualmente, o fundo tem um patrimônio líquido de R$ 1,3 bilhão, enquanto o valor de mercado do fundo é de cerca de 1,4 bilhão.

O HSLG11 tem uma taxa de administração de 0,85% a.a (ao ano) sobre o valor de mercado. Além disso, tem taxa de performance de 20% do excedente ao Benchmarck (6,5% | IPCA).

De acordo com o relatório gerencial de janeiro de 2021 mostra que o fundo tem cerca de 10 mil cotistas e 12 milhões de cotas disponíveis no mercado.

Em seguida, vamos falar sobre os ativos imobiliários que fazem parte da carteira de ativos do HSLG11.

Ativos imobiliários do HSLG11?

Então, neste tópico vamos falar sobre os ativos imobiliários do FII HSI Logística.

O HSLG11 é um fundo imobiliário que tem como foco principal o investimento em imóveis logísticos localizados a até 35 km de distância das capitais.

Em outras palavras, os imóveis têm uma atratividade maior devido a proximidade dos grandes centros urbanos. Isso significa que em casos de vacância, não terá dificuldades em alocar os ativos.

De acordo com o relatório gerencial de janeiro de 2021, o HSI Logística tem um total de 5 galpões logísticos nos seguintes estados brasileiros: São Paulo (3 imóveis), Minas Gerais (1 imóvel) e Paraná (1 imóvel).

Os ativos imobiliários do fundo HSLG11 são demonstrados na figura 1.

Ativos HSLG11
Figura 1: Ativos imobiliários do HSLG11. Fonte: Site do HSI Logística.

Portanto, estes imóveis representam uma área bruta locável de 429 mil m².

Sendo 96% dos imóveis AAA, em outras palavras ativos de excelentes qualidades.

Os principais locatórios dos imóveis do fundo são: Via Varejo, GPA, Comercial Esperança, Lojas Renner e Ibratec.

Além disso, o fundo tem a maioria dos contratos típicos (90%) que têm menor duração em comparação com os contratos atípicos. Sendo assim, 73,2% dos contratos irão vencer após 2025.

Hoje, o fundo tem uma vacância de 2,8% do ABL, ou seja, imóveis vagos.

Os indexadores de reajustes dos contratos são IGP-M (58%) e IPCA (42%).

Atualmente, cerca de 94% do patrimônio líquido (PL) do fundo são ativos na forma de imóveis para alocação, enquanto 0,8% do PL é alocado no FII KNRI11.

Em janeiro de 2021, o fundo tem ainda 5,2% na forma de renda fixa para futuras aquisições de imóveis.

Em seguida, vamos falar sobre dividendos.

Quanto o HSLG11 paga de dividendos?

Como já vimos anteriormente, o HSI Logística é um FII novo no mercado de renda variável. O seu IPO foi em dezembro de 2020.

Portanto, vamos analisar o fluxo de dividendos do fundo até o presente momento, somente para fins de análise prévia.

Dessa forma, nos últimos dois meses o fundo pagou R$ 0,89 por cota, com um pagamento mensal de R$ 0,44 por cota.

Entretanto, vale destacar que no mês de janeiro foi pago um dividendo de R$ 0,58 por cota, representando um dividend yield (DY) de 0,51% ao mês.

Já, o dividendo do HSLG11 em fevereiro será de R$ 0,58 por cota, a ser pago no dia 12 de março. A data “com” é 26/02/2021.

Quer saber o que é data “com”? Acesse o artigo do Bem na Fiita, através do link.

Sendo assim, vale ressaltar que a análise de fluxo de dividendos deve ser feita sempre considerando o longo prazo.

Em seguida, veremos a cotação do HSLG11.

Cotação do HSLG11?

Antes de tudo, o preço da cota do HSI Logística na emissão foi de R$ 100,00. Portanto, já na estreia na bolsa o seu valor negociado no mercado secundário foi de R$ 108,50.

Desde o seu IPO até o presente momento, a cotação do HSLG11 valorizou cerca de 11,81%.

Já no mercado secundário, a cotação mínima no período foi de R$ 107,70, enquanto a máxima do HSI Logística foi de R$ 114,50.

A cotação do fundo HSLG11 hoje é de R$ 108,18.

HSI Logística vale a pena estudar?

Certamente, assim como os novos FIIs da bolsa, o HSLG11 é um fundo que vale a pena estudar e acompanhar o seu desenvolvimento.

A HSI Investimentos apesar de ser nova no mercado de fundos imobiliários, vem fazendo um ótimo trabalho em outro fundo em que é gestora, o HSI Malls – HSML11.

Entretanto, vale ressaltar que este artigo não trata sobre compras e vendas de ativos.

Em conclusão, de acordo com a minha visão de investidor, vale a pena o estudo do HSLG11 para fins de composição de carteira de investimentos com visão de longo prazo.

Por fim, muito obrigado pela atenção e até a próxima.

Um forte abraço,

Jefferson Dias (Ativo na Bolsa).

Então, gostou do artigo? Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Tags

Tags

Autor

Autor

Jefferson Mota

Jefferson Mota

CEO Ativo na Bolsa | Engenheiro de Controle e Automação.

Jefferson Mota

Jefferson Mota

CEO Ativo na Bolsa | Engenheiro de Controle e Automação.

Talvez você goste dos artigos abaixo: