KNRI11 vale a pena? Por que caiu tanto?

KNRI11 vale a pena
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Certamente, você já ouviu falar do KNRI11, pois trata-se de um dos fundos mais antigos da bolsa, juntamente com o HGBS11 e HGLG11. Porém, ultimamente a sua cotação vem caindo. Sendo assim, KNRI11 ainda vale a pena?

Entretanto, gostaria de informar que este artigo não trata-se de recomendação de compra ou venda.

Antes de prosseguirmos, você sabia que é preciso declarar os seus investimentos no imposto de renda? Confira uma ótima ferramenta que irá te ajudar na hora da declaração, aproveite e faça o teste gratuito no DomuApp.

domu

O que é KNRI11?

Em primeiro lugar é importante saber do que se trata o fundo e quais são os seus objetivos.

O KNRI11 é um fundo Híbrido, ou seja, pode investir em imóveis e certificados de recebíveis imobiliários.

Entretanto, o objetivo do fundo é gerar renda de aluguel mensal através da locação de um portfólio diversificado de prédios corporativos e galpões logísticos.

A gestão do KNRI11 é feita pela Kinea e a administração fica a cargo da Intrag DTVM. Devido a esses serviços, o cotista do fundo paga uma taxa de 1,25% ao ano.

Então, talvez você goste deste artigo: KNSC11 – O novo FII de papel da Kinea.

O IPO (Oferta Pública Inicial) do Kinea Renda Imobiliária foi em Agosto de 2010. Ao longo desse tempo, o fundo tem atualmente 230 mil cotistas.

E ainda mais, um valor patrimonial de R$ 3,8 bilhões e um valor de mercado de R$ 3,2 bilhões. Dessa forma, sendo negociado com um P/VP de 0,85.

Outro fator importante é o CNPJ do KNRI11: 12.005.956/0001-65. Pois, é utilizado na hora da declaração do imposto de renda. Mas não se preocupe, o Domu faz isso por você.

Além disso, o e-mail do RI contato@kinea.com.br, para caso queira saber informações detalhadas do fundo.

Em seguida, iremos discutir a respeito dos imóveis do Kinea Renda Imobiliária.

KNRI11 imóveis

O KNRI11 investe em prédios corporativos e em galpões logísticos.

Sendo assim, o portfólio do fundo é composto por 21 propriedades, sendo 12 edifícios comerciais e 9 centros logísticos, correspondendo a uma área bruta locável de mais de 765 mil metros quadrados.

Na figura 1, poderá ser visto os nomes dos imóveis.

Vale ressaltar que um dos imóveis encontra-se em desenvolvimento, o Edifício Pinheiros 750, tendo uma expectativa de conclusão no primeiro semestre de 2026.

Os imóveis do KNRI11 estão concentrados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

E ainda mais, a maioria dos contratos são atípicos (57% da receita) e a outra parte (43%) típico. Os reajustes dos contratos são feitos pelo IPCA (58%) e IGP-M (42%).

Imóveis KNRI11 vale a pena
Figura 1: Imóveis KNRI11. Fonte: Relatório Gerencial 11/21.

Caso queira obter mais informações a respeito dos imóveis, você pode acessar o site do KNRI11.

KNRI11 dividendos vale a pena?

Antes de mais nada, o investidor está interessado nos dividendos dos fundos imobiliários. Mas, não se pode apenas atentar para os dividendos e sim para outros fatores que você deve conferir, saiba como escolher um bom FII.

Todavia, iremos analisar neste tópico se os dividendos do KNRI11 vale a pena.

Desse modo, veremos o quanto foi pago de proventos nos últimos 4 anos, por cota.

Em 2018 e 2019, respectivamente, o cotista do Kinea Renda Imobiliária recebeu R$ 11,22 e R$ 8,88. E em 2020, foi um total de R$ 7,98.

Em seguida, irei detalhar os dividendos de 2021.

De janeiro até julho o fundo pagou mensalmente R$ 0,69 por cota, depois passou a pagar R$ 0,73 em agosto e nos últimos três meses um valor de R$ 0,77. Sendo assim, o dividendo médio mensal nos últimos 12 meses é de R$ 0,71 e um DY de 0,53%.

Como podemos observar, houve uma redução dos dividendos do KNRI11 nos últimos anos, todavia, nos últimos meses vem aumentando e inclusive com o pagamento dos dividendos de dezembro chegará próximo ao valor que foi distribuído em 2019.

Vale ressaltar que o dividendo de dezembro será pago em janeiro de 2022.

Entretanto, gostaria de compartilhar um gráfico, que pode ser visto na figura 2, mostrando a evolução do patrimônio líquido do fundo.

Patrimônio Líquido KNRI11
Figura 2: Patrimônio Líquido KNRI11. Fonte: Status Invest.

O valor patrimonial do KNRI11 saltou de R$ 2,2 bilhões em 2017, para R$ 3,8 bilhões em 2021, ou seja, um crescimento de 72%.

Sem dúvidas, a Kinea tem feito um bom trabalho no fundo.

Por que o KNRI11 caiu tanto?

Agora, uma pergunta que não quer calar: Por que o KNRI11 caiu tanto?

Antes de responder a pergunta, iremos ver o quanto a cotação do fundo caiu em 2021. Para isso, iremos utilizar o Google Finance.

Gráfico de cotação do KNRI11
Figura 3: Gráfico de cotação do KNRI11. Fonte: Google Finance.

Conforme podemos observar na figura 3, a cotação do Kinea Renda Imobiliária caiu 17,22%, ou seja, uma perda de R$ 27,67.

Entretanto, essa perda chegou a ser maior, pois no dia 30 de novembro a cotação foi de R$ 127,62. Hoje, a cota está sendo negociada no valor de R$ 133,00.

Então, por que o KNRI11 caiu tanto?

Existem vários fatores, em primeiro lugar, com o aumento da taxa SELIC muitos investidores acabam migrando os seus recursos para a renda fixa. Desse modo, resulta na desvalorização na cotação dos fundos imobiliários e outros ativos de renda variável.

Outro ponto importante a se considerar, é o ciclo do mercado dos fundos imobiliários, como os fundos de papel estão distribuindo altos dividendos, como é o caso do HCTR11, DEVA11 e IRDM11.

Há a migração dos investidores de FIIs que não estão pagando altos rendimentos, para outros fundos que estão pagando rendimentos mais atrativos.

E sem dúvidas, o que impactou negativamente nos dividendos do KNRI11 foi a vacância física e financeira do fundo, que atualmente é de 3,19% e 7,69%, respectivamente.

Contudo, esses valores chegaram a beirar a casa dos dois dígitos.

Na minha visão, esses foram os principais fatores de forma resumida.

Entretanto, vale ressaltar que todos esses fatores têm a ver com o emocional dos cotistas. Pois, o fundo tem uma boa gestão, histórico e bem diversificado.

KNRI11 vale a pena?

E por fim, o KNRI11 vale a pena?

Na sua opinião vale a pena? Comente lá no Instagram e aproveite e siga-nos.

Em suma, como foi analisado durante todo o artigo, o KNRI11 é um fundo antigo, a Kinea vem fazendo uma ótima gestão, tem 21 imóveis em seu portfólio, trazendo assim uma boa diversificação.

Sendo assim, o KNRI11 vale a pena um estudo detalhado e principalmente se for para compor uma carteira de investimentos focada no longo prazo.

Todavia, como foi informado no início do artigo, esta decisão é pessoal.

E por último, muito obrigado pela atenção e até a próxima.

Um forte abraço,

Jefferson Dias (Ativo na Bolsa).

Então, gostou do artigo? Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Tags

Tags

Autor

Autor

Jefferson Mota

Jefferson Mota

CEO Ativo na Bolsa | Engenheiro de Controle e Automação.

Jefferson Mota

Jefferson Mota

CEO Ativo na Bolsa | Engenheiro de Controle e Automação.

Talvez você goste dos artigos abaixo: