Subscrição DEVA11 – 5ª Emissão de cotas do DEVA11

DEVA11
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

A Devant anunciou recentemente mais uma subscrição do DEVA11, será a terceira emissão de cotas do fundo em 2021.

Sendo assim, no artigo de hoje você encontrará as principais informações da mais nova emissão do Devant Recebíveis Imobiliários que será exclusivamente aos atuais cotistas do fundo (ICVM 476).

Mas antes de tudo, é importante frisar que este artigo não trata-se de recomendação, pois qualquer informação abaixo é meramente informativa.

domuapp

Conhecendo o DEVA11

Antes de prosseguirmos, é importante que você conheça um pouco sobre o fundo e como se encontra atualmente.

O DEVA11 é um fundo de papel, ou seja, tem como foco investir em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI).

A gestão do fundo é feita pela Devant e administração é feita pela Vórtx, sendo assim, o cotista do fundo paga por ano uma taxa de 1,20%, referente a gestão e administração.

E ainda mais, a gestão cobra uma taxa de performance de 10% do que exceder do CDI.

Atualmente, o fundo tem 44 mil cotistas, aproximadamente 11 milhões de cotas no mercado e um valor patrimonial de R$ 1,07 bilhão, certamente, estes dados irão aumentar com a nova subscrição do DEVA11.

Hoje, a carteira do fundo está concentrada em CRIs que estão indexados ao IPCA, porém ainda há uma parcela de Certificados indexados ao IGP-M e o CDI.

Em termos de resultados, o DEVA11 tem entregue ao cotista um rendimento de 15,93% nos últimos 12 meses.

Então, quer obter mais detalhes do DEVA11? Clique aqui!

DEVA11 subscrição 2021

Em 2021, o DEVA11 realizou duas emissões (3ª e 4ª subscrição) e agora irá para mais uma, será a quinta ao longo da história do fundo.

Na 3ª subscrição, a Devant pretendeu captar um montante de R$ 170 milhões e na 4ª subscrição um total de R$ 375 milhões.

E agora com a 5ª subscrição do DEVA11, a gestão pretende captar um montante de R$ 295 milhões.

Em seguida, veremos mais detalhes sobre a 5ª emissão de cotas do fundo.

Talvez você goste: VGIR11 – Fundo de papel focado em CDI

Cronograma subscrição DEVA11

É importante frisar, que em uma subscrição é de extrema importância o cronograma, pois é ele que relata os principais eventos e quando irão acontecer.

Desse modo, você pode conferir estas informações na figura 1.

Cronograma Subscrição DEVA11
Figura 1: Cronograma Subscrição DEVA11. Fonte: Vórtx.

Irei comentar os principais eventos da subscrição do DEVA11.

O primeiro evento é a data-base do direito de preferência, em tese, é a data em que você terá que contabilizar a quantidade de cotas que possuem neste dia e que será aplicado o fator de proporção. A data-base ocorrerá no dia 20 de setembro de 2021.

Outros eventos importantes são o início e o encerramento do direito de preferência, é o intervalo de tempo que você terá que contatar a sua corretora que irá exercer o direito de preferência. Sendo assim, o cotista do DEVA11 deverá exercer o direito entre os dias 24 de setembro e 06 de outubro de 2021.

E por fim, é a liquidação do direito de preferência: é o dia em que terá de pagar o valor da subscrição. A liquidação ocorrerá no dia 07 de outubro de 2021.

Se porventura haver o período de sobras da subscrição do DEVA11, será da seguinte forma:

  • Início do exercício da sobra será no dia 11 de outubro;
  • Fim do exercício da sobra será no dia 18 de outubro;
  • E a liquidação no dia será no dia 25 de outubro.

Em seguida, veremos o valor da subscrição.

Então, MCCI11 vale a pena? Confira agora mesmo.

Valor da subscrição do DEVA11

O valor da subscrição do DEVA11 será de R$ 100,32, sendo o valor da cota R$ 98,07 e R$ 2,25 de taxas, ou seja, uma taxa de 2,29%.

Sempre costumo analisar o preço da subscrição em relação ao valor patrimonial por cota (VP), pois acredito que é de extrema importância para o cotista que a emissão seja feita acima do VP.

Desse modo, o VP do fundo é de R$ 98,07.

Então, a emissão está sendo feita no valor patrimonial da cota, isto é sem contar a taxa, ao considerar a taxa ficará 2,29% acima do VP.

Por outro lado, iremos analisar em relação ao mercado secundário.

Sendo assim, a cotação do DEVA11 é de R$ 102,00. Ou seja, o valor no mercado está 1,67% acima do valor total da subscrição.

Em seguida, veremos quantas cotas o cotista do fundo terá direito a subscrever.

ETF Small Caps vale a pena investir? Clique e veja!

Direito de preferência – 5ª emissão do DEVA11

Para saber a quantidade de cotas que um investidor tem o direito de subscrever, tem que se levar em conta a quantidade de cotas que possuía até a data-base da subscrição e o fator de preferência.

Como já vimos ao decorrer deste artigo, a data-base é o dia 20/09/2021. Em seguida, iremos ver o fator de proporção e como fazer o cálculo do direito de preferência.

O fator de proporção é de 0,274781861701, ou seja, 27,47% do total das cotas que possuía na data-base.

Então, se no dia da data-base o investidor tivesse 10 cotas, ele teria o direito de preferência sobre um total de 2 cotas.

O cálculo é feito da seguinte forma: quantidade de cotas vezes o fator de proporção. Utilizando o exemplo acima, seria 10 vezes 0,274781861701 que resultaria em 2,74. Todavia, como é só considerado o valor inteiro, seria 2 cotas.

Porém, pensando em facilitar para você este cálculo, elaborei uma planilha que irá lhe ajudar. Para ter acesso gratuitamente é só clicar no link abaixo:

Baixe agora mesmo a planilha de Cálculo de Preferência

Contudo, lembre-se do prazo para exercer os direitos de preferência que é entre os dias: 24 de setembro a 06 de outubro de 2021.

Montante da oferta da subscrição DEVA11

A Devant pretende captar um total de R$ 295 milhões com a subscrição do DEVA11, para isso, serão emitidas inicialmente um total de 3 milhões de novas cotas.

Portanto, o montante total captado poderá chegar a R$ 354 milhões. Pois, poderá acrescentar um lote adicional um total de 601 mil cotas.

Por outro lado, para que a subscrição seja realmente aprovada, terá que ter feito no mínimo uma captação de aproximadamente R$ 25 milhões.

Inflação o que é? Quais são os seus impactos? Clique aqui e confira.

DEVA11 subscrição – Destinação dos Recursos

Por se tratar de uma oferta restrita, a Devant não é obrigada apresentar o pipeline, ou seja, os novos ativos que irão compor o portfólio do DEVA11.

Porém, os recursos serão destinados de acordo com a política de investimento estabelecida no regulamento do fundo.

Então, vai participar da subscrição do DEVA11? Comente lá no instagram e aproveite e siga-nos.

Muito obrigado pela atenção e até a próxima.

Um forte abraço,

Jefferson Dias (Ativo na Bolsa).

Então, gostou do Artigo? Compartilhe:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Talvez você goste dos artigos abaixo: